quarta-feira, 5 de julho de 2017

Dica de Saúde de hoje: Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço.

Em 27 de julho é celebrado o Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço. Os tumores malignos de cabeça e pescoço correspondem a 3% de todos os tipos de câncer e é o quinto entre os homens aqui no Brasil.

São cerca de 10 mil mortes por ano no país. Além dos óbitos, os pacientes sobreviventes enfrentam perda significativa da qualidade de vida durante e após o tratamento. O tabaco é responsável por 97% dos diagnósticos de câncer de laringe. O álcool associado ao fumo aumenta ainda mais os riscos.

A Associação de Câncer de Boca e Garganta - ACBG registra cerca de 23 mil novos casos anualmente, segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (INCA) são esperados em 2018, cerca de 14.120 mil novos casos de câncer de boca, sendo 10.330 em homens e 3.790 em mulheres. Não existem estatísticas específicas sobre câncer de garganta.

O câncer de cabeça e pescoço compreende um grupo heterogêneo de tumores classificados por localização, a saber: cavidade oral; nasofaringe; orofaringe; hipofaringe; laringe; cavidade nasal e seios paranasais; glândulas salivares. Estes sítios são áreas diretamente envolvidas com as funções de fala, deglutição, respiração, paladar, olfato e outros. Por isso, a abordagem passa por uma equipe multidisciplinar que envolve o oncologista, o cirurgião de cabeça e pescoço, o radioterapeuta, bem como os profissionais da odontologia, nutrição, psicologia, enfermagem e fonoaudiologia. Com isso, valoriza-se ao máximo a preservação do órgão e de suas funções.

O câncer de cabeça e pescoço é a quinta neoplasia mais comum no mundo, com uma incidência global de 780 mil novos casos por ano. No Brasil, a incidência entre 1995 e 1998 foi de 22 novos casos de tumores de cavidade oral e faringe por ano para cada 100.000 habitantes e de 8 novos casos/100 mil de tumores de laringe. O câncer de cabeça e pescoço tem alto potencial de prevenção, visto sua relação intrínseca com o tabagismo e etilismo. Campanhas voltadas a reduzir o início dos hábitos, principalmente entre jovens, são prioritárias e merecem forte apoio da população.

Segundo recomendações do INCA, é essencial manter uma boa higiene bucal, ter os dentes tratados e fazer uma consulta odontológica de controle a cada ano. Uma dieta saudável, rica em vegetais e frutas, é capaz de prevenir o câncer de cabeça e pescoço. O câncer de pele na região de cabeça e pescoço também é freqüente. Para prevení-lo, deve-se evitar a exposição ao sol ou utilizar proteção (filtro solar e chapéu de aba longa).

------------

Emanuela Alves: Fonoaudióloga; Doutorada em Neurociência pela UFRN-RN; Especialista em Neonatologia pela UNIFOR-CE; Especialista Oncologia Fonoaudiológica pelo A.C.Camargo-SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Administrador

Minha foto
Estudante do Curso - Bacharelado em Administração, apresentador do Programa Radiofônico Celebrando à Cristo da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Angicos, Redator da Coluna "Giro pela Cidade", Titular do Blog Angicos Noticias e blogueiro!